Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

voltoja

Afinal o que é que o Rio tem?

Cristo Redentor

 

Crescemos com a imagem do Rio de Janeiro no nosso olhar. Aquelas baías enormes, com o extenso areal a tocar no mar, o Cristo Redentor a observar serenamente os cariocas, o Calçadão de Copacabana e Ipanema, a sofisticação do Leblon... O Rio de Janeiro bem pode agradecer às telenovelas pelo excelente contributo para o turismo, pelo menos para os portugueses.

 

Há ainda outro aspeto, este já menos positivo, que são as favelas. Temidas mas ao mesmo tempo tão belas. As pequenas casas, aglomeradas, encrostadas nos morros, conferem a esta cidade um toque único, seja de dia ou de noite, mas nós preferimos observá-las sem a luz do sol. São um regalo para os olhos.

 

Acho que todos temos curiosidade em conhecer, pelo menos uma vez na vida, o Rio de Janeiro. E este é o nosso primeiro conselho. Vão! Mesmo os mais céticos têm de perceber o porquê de esta cidade ser tão procurada e falada. É sem dúvida uma cidade única. Não haverá destino algum no mundo parecido ao Rio. E quando assim é, só nos resta entrar no avião e perceber o porquê de ser tão comentada. Pelo menos é o lema do Volto JÁ.

 

Agora, quando há tantos contrastes à mistura, é normal que desperte amor e ódios, surpresas ou desilusões. Temos muitos amigos que adoram o Rio de Janeiro, mas, eles que nos desculpem, não conseguimos amar o Rio... Sabemos que os adeptos ferrenhos desta cidade brasileira estão, neste momento, a contrair a testa em forma de surpresa...

 

Mas antes dos 'contras' vamos aos 'prós'. Tal como referido acima, o Rio de Janeiro é uma cidade lindíssima, abençoada pela natureza. Não deixem de subir ao Cristo Rei - a viagem até lá é maravilhosa -, assim como ao Pão de Açúcar. Enquanto no símbolo máximo da cidade desfruta-se de uma vista 360º, o Pão de Açúcar é uma experiência. Ser transportado nos bondinhos, explorar primeiro o Morro da Urca, ver os animais exóticos à solta... Vale mesmo a pena. Arriscamos a dizer que é um excelente local para os apaixonados mais aventureiros.

 

Passear no Calçadão de Copacabana é outro 'must do' desta cidade. Goste-se ou não do espírito brasileiro, aqui sentimo-nos parte da Cidade Maravilhosa. Praia de um lado, edifícios imponentes do outro, estrada agitada a dividir... Seja de dia ou de noite, passeiem muito por aqui.

 

Já sabem, se tivessem 24 horas no Rio de Janeiro estas seriam as três coisas imperdíveis: Cristo Redentor, Copacabana e Pão de Açúcar. Vamos chamar a este triângulo de 'CCP' daqui para a frente.

 

Agora vamos à parte que dói mais. Aquilo que não gostámos. Já sabem que isto é a nossa opinião e não se deixem influenciar inteiramente por ela. Tal como referimos acima, recomendamos e muito uma visita ao Rio. O primeiro ponto negativo é mesmo o desleixo na preservação do que têm de bonito além do que é maioritariamente turístico. Basta afastarmo-nos um pouco do 'CCP' para ver passeios destruídos, águas paradas e muita sujeira espalhada. 

 

Depois os serviços ao cliente. Não confundam espírito alegre com simpatia. Os cariocas são muito animados, mas recebemos respostas pouco compreensíveis por parte de motoristas de ónibus, taxistas e em lojas de conveniência. Mesmo em restaurantes ou lanchonetes, com serviços lentos, aproveitam-se da nossa boa vontade.

 

Outro ponto menos positivo é a segurança. Mas isso, as telenovelas, a informação e os filmes já se encarregam de nos avisar previamente. E quando lá chegamos, alguém se encarrega de reforçar. E é tal como nos descrevem, todo o cuidado é pouco. Um dos cenários mais perigosos foi mesmo a Lapa, mais propriamente perto da Escadaria Selarón.

 

E esta é a nossa impressão do Rio de Janeiro. Não fiquem intimidados e façam os possíveis para conhecer aquela que é chamada de Cidade Maravilhosa. Alguma coisa há de ter, nós é que possivelmente não procurámos bem. Fernanda Abreu canta, na música Rio 40 Graus, que é uma “cidade maravilha e um purgatório da beleza e do caos.” Não há como discordar!

 

Em breve publicaremos o nosso roteiro de uma semana, que inclui ainda uma visita a Búzios.

 

Voltamos JÁ

 

3 comentários

Comentar post