Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

volto já

para quem pertence a vários lugares

volto já

para quem pertence a vários lugares

Côte d' Azur: O destino perfeito para os amantes do luxo

Villefranche-sur-Mer

 

Quem é do norte de Portugal sabe o quão difícil é conseguir aproveitar um bom banho de mar. Entrar na água até aos joelhos é já uma vitória… Mas na Côte d’ Azur isso não é um problema. Se são daqueles que adoram passar horas dentro de água com uma temperatura amena, está escolhido o vosso destino de férias.

 

Além do calor do mar, a Côte d’ Azur oferece aquilo que procurámos num destino de férias de verão: facilidade de estacionamento, água de cor verde e turquesa (e limpo) e muitas opções de praias diferentes (areia e pedras).

 

A Côte d’ Azur, ou se preferirem a Riviera francesa, é um destino versátil, bom para casais e famílias, perfeito para grupos de amigos que querem divertir-se.

 

Contudo, enganem-se aqueles que acham que irão encontrar muita ‘movida noturna’ e loucura alcoólica nas praias, com jovens irrequietos e promíscuos. A Côte d´ Azur é sofisticada (e cara para esse tipo de público).

 

Mónaco, Nice, Cannes e Saint-Tropez são os quatro pontos que não podem deixar de visitar se passarem por esta bela região. Se quiserem saber quais foram todos os nossos pontos de paragem consulte o roteiro de cinco dias.

 

A maior surpresa nesta zona foi mesmo Saint-Tropez. Estávamos à espera de encontrar a ‘Ibiza francesa’, mas fomos confrontados (e ainda bem) com a cidade mais elegante e chique de todo o sul de França. Imaginem ruas estreitas, esplanadas com iluminação de festa popular, gente bonita e descontraída… Isso é Saint-Tropez.

 

Outra boa surpresa foi Nice, que mesmo sendo uma das maiores cidades de França, tem o seu encanto de recanto, com um passeio marítimo gigantesco (muito semelhante à Copacabana no Rio de Janeiro), jardins para os pais passearem os filhos e muita opção de restauração. É movimentada mas não caótica, perfeita para estabelecer base, tal como nós fizemos.

 

Mónaco é aquele destino que toda a gente devia experimentar, por isso não morram sem antes visitar este principado. Ainda por cima é pequeno e dá para visitar num dia. No Mónaco irão encontrar muito dinheiro a passear nas estradas - sendo o destino perfeito para amantes de carros de luxo -, um belo casino e uma marina com restaurantes descontraídos para terminar a noite.

 

Mas se no Mónaco a riqueza mora nas estradas, em Cannes está bem perto da praia. Mesmo ao lado de La Croissette (das marginais mais bonitas que vimos), estão todas as lojas de grife, uma a seguir à outra. Mas nesta cidade, que acolhe um dos festivais mais importantes do mundo, também se podem aventurar no interior do centro, sentar numa esplanada e ficar a beber uma cocktail ou cerveja ao final da tarde.

 

Agora, se preferirem beber um mojito ou caipirinha num dos bares da praia, preparem-se para desembolsar cerca de 25/30 euros. Um conselho: façam-no noutra cidade. Mas já sabem, aqui é tudo um pouco mais caro do que em Portugal. Preparem-se para pagar 30 euros por pessoa ao jantar/almoço (entrada+prato+copo de vinho+café) ou seis euros por uma cerveja.

 

Quanto a gastronomia, bem, não é o ponto forte da Côte d’ Azur. Mas, mesmo assim, e porque temos de nos alimentar, apostem nos pratos à base de peixe. Caso façam o combinado com a Provença, aproveitem para desfrutar mais da gastronomia provinciana, é sem dúvida melhor.

 

Portanto, aqui fica um conselho de amigos. Querem um destino de férias com excelentes temperaturas de mar? Não gostam de ficar a escalar dunas para chegar às praias? Preferem dentro da Europa, mas perto? Então acho que já está escolhido o vosso destino para as próximas féria de verão!

 

Nota: Esta viagem foi feita juntamente com a Provença. Veja o que dissemos sobre esta região e consulte o nosso roteiro.