Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

voltoja

Kiev, o jardim suspenso do leste da Europa

Kiev é uma cidade que não segue tendências e não quer estar na 'moda'. Fiel aos seus costumes e com locais determinados a manter a história intacta, a capital ucraniana é um mistério para ser desvendado pelos mais curiosos.

Vistas de tirar o fôlego. Créditos: Pixabay.

A capital da Ucrânia é rica em história e assume-se como uma cidade tranquila, fiel aos seus costumes, mas à espreita de oportunidades por um futuro mais competitivo no turismo europeu. Kiev é irreverente e frondosa, querendo que todas percebam isso enquanto passeamos pelas ruas da cidade do leste.

 

Kiev fica no cimo de uma série de colinas arborizadas e íngremes acima do Dniepr, um rio tão largo que mais parece um imenso lago. As colinas oferecem uma configuração espetacular para quem vem do aeroporto e atravessa a ponte, com os edifícios, mosteiros e igrejas colocados sem ordem certa no meio do verde da natureza.

 

Visitar a capital ucraniana é conhecer um sítio único, nem sempre hospitaleiro e amigo do turista, mas isso não quer dizer que sejamos mal recebidos, até porque queremos que nos deixem sossegados enquanto passeamos numa das cidades mais vibrantes da Europa, com o cunho da História cravado nos muros desta cidade-jardim suspenso.

 

Como chegar lá

 

Infelizmente, não há voos diretos entre os aeroportos portugueses e Kiev. No entanto, e com alguma sorte, poderão encontrar voos apenas com uma (curta) escala. Desde Lisboa pesquisem nos sites das companhias Lufthansa, TAP, Austrian Air Lines ou Air France, com preços desde 240 euros. Quem está no norte do país, podem tentar, pelo mesmo preço, as mesmas companhias. O tempo de viagem, com uma paragem, pode durar mais ou menos seis horas de voo.

 

Onde ficar

 

A cidade pode parecer mais hostil do que realmente é, por isso, para que não haja dúvidas, recomendamos que os vossos hotéis estejam bem localizados. Para os mais destemidos nas contas, podem reservar no Premier Palace Hotel, uma unidade de cinco estrelas bem no coração do centro histórico de Kiev e construído antes da revolução comunista, oferecendo uma atmosfera de luxo do final do século passado.

 

Se preferem algo mais em conta, mas igualmente com o merecido luxo de umas mini-férias, tentem o Vozdvyzhensky Hotel, que fica a meio da rua mais charmosa de Kiev, a Andriivsky Uzviz. A deslumbrante igreja de St. Andrew fica a uma curta distância a pé, ficando ainda perto das galerias de arte.

 

O que comer

 

A cozinha ucraniana é muito simples, mas para alguns a combinação de paladares pode ser algo estranho O Borsch é o prato nacional, que consiste numa sopa de beterraba com outros ingredientes. Outro prato que irão encontrar com frequência é o varenyky, uma pasta semelhante ao ravioli italiano, com carne no interior.

 

No entanto, não desesperem, pois a Ucrânia tem muita variedade de pães.

 

Se procuram a típica comida ucraniana experimentem o Pid Osokorom ou para algo mais requintado visitem o Spotykach.

 

O que fazer

 

No centro antigo da cidade situa-se a Catedral de Santa Sofia. Esta construção incrível é um dos monumentos ucranianos mais conhecidos e belos, listado como Património Mundial da UNESCO. Datada do século XI, a construção da catedral foi encomendada por Yaroslav, o Sábio, o governante do Principado de Kiev na época.

 

Maidan Nezalezjnosti, ou Praça da Independência,  é outro local onde pode sentir o lado vibrante de Kiev, com muita movimentação. Este é o lugar onde ocorreram as revoluções do país.

 

Tal como a Rússia, o metro de Kiev também merece uma visita. Percorram todas as estações centrais onde poderão observar o poderio da antiga União Soviética após o fim da II Guerra Mundial. Na estação de Teatralna encontrarão um busto em bronze do antigo líder da URSS.

 

As vistas da cidade a partir do rio Dniepr são deslumbrantes. Apanhe o funicular ou o metro até à estação de Poshtova Ploscha, que o levará perto do Terminal do Rio, onde poderão seguir viagem nos cruzeiros.

 

Não podem mesmo deixar a capital ucraniana sem visitar o Mosteiro das Grutas - Pechersk Lavra, um complexo com várias igrejas e mosteiros sagrados, assim como belos jardins e uma vista magnifica sobre o centro histórico.

 

Deixamos o melhor para o fim. Se, como nós, são amantes de locais ou monumentos bélicos, têm de visitar o Museu Nacional da História da Ucrânia na II Guerra Mundial - mesmo ao lado de Pechersk Lavra - e aqui poderão ver a imponente estátua Mother Motherland - Monumento à Pátria - que não passa despercebida a quem visita Kiev, esteja onde estiver.

 

Quanto tempo ficar

 

Apesar de a neve ficar bem, o inverno pode ser uma estação muito rigorosa para os turistas que querem conhecer e passear pelas ruas de Khreshchatyk e Shevchenko, por isso optem pelo verão, onde há mais gente nas ruas e os jardins estão mais coloridos. Independentemente da estação do ano, três a quatro dias são suficientes na capital ucraniana.