Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Volto JÁ

Volto JÁ

Este fim-de-semana vá de férias: Já pensou em Tróia como escapadinha de última hora?

30.08.19 | Volto Já

A menos de uma hora de Lisboa, a península de Troia pode ser o refúgio perfeito para uma escapadinha a dois, enquanto desfruta do clima ameno, da proximidade da natureza e do murmurar do oceano na areia dourada das praias sem fim.

 

Este fim de semana vá de férias: Já pensou em Troia como escapadinha romântica de última hora?

 

 

A cerca de uma hora de Lisboa, em Setúbal, podemos apanhar o ferry-boat que atravessa o rio Sado e chegar ao complexo turístico de Troia.

Nessa margem, encontramos um dos mais extensos areais de Portugal, na margem do estuário do Sado, com cerca de 17 quilómetros de comprimento e 1,5 quilómetros de largura.

Aqui irá encontrar ao seu dispor as mais variadas infraestruturas e serviços, com inúmeras opções de alojamento, casino, restauração, desporto, lazer, cultura, tudo isto rodeado de uma beleza natural única, entre o Parque Natural da Serra da Arrábida e o Estuário do Rio do Sado.

A viagem até à Península de Tróia poder-se-á fazer de carro ou ainda fazendo a travessia do Sado, a partir do Porto de Setúbal num ferry (com opção de levar o carro).

 

 

 

O QUE FAZER E/OU VISITAR

 

A zona é muito propícia ao windsurf e à vela, como se poderá perceber pela ocupação da Marina de Troia. Outra ideia é aproveitar para fazer umas férias de golfe.

O campo de Troia, desenhado pelo famoso arquiteto americano Bobby Jones é ótimo para ter a experiência de um bom desafio de golfe, verdadeiramente integrado na paisagem.

Está na lista dos melhores campos de golfe da Europa e faz parte de algumas competições internacionais.

Neste ponto de encontro do rio Sado com o mar, é muito frequente ver golfinhos e fazer um passeio de barco com tempo para os observar é sempre uma boa sugestão. Ou para fazer observação de pássaros, com o Parque Natural da Serra da Arrábida e a Reserva Natural do Estuário do Sado motivos de interesse não faltam.

Não muito longe, fica o Porto Palafítico da Carrasqueira, zona de pesca muito tradicional, construído sobre palafitas.

Em Troia, encontram-se sinais de ocupação humana desde há muitos séculos.

As Ruínas Romanas são um dos vestígios arqueológicos mais importantes, datadas do séc. I. Eram o maior complexo de produção de conservas e molho de peixe no ocidente romano, o que também comprova a importância da pesca na economia local desde longa data.

Seguindo a estrada que atravessa esta língua de areia chega-se a outras praias, como a da Comporta, do Carvalhal ou do Pego, onde é muito fácil encontrar um bom restaurante para almoçar peixe fresco ou provar os petiscos da gastronomia local, mas basta andar poucos quilómetros para variar de cenário.

 

 

A seguir à praia da Galé, as dunas interrompem-se para dar lugar, à lagoa de Melides, com uma falésia de arenito com cinco milhões de anos, e à Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha.

Já perto de Grândola, encontramos o Badoca Park, motivo de divertimento para toda a família, onde podemos fazer um "safari" e ver veados, búfalos, avestruzes, girafas, antílopes, zebras e outros animais ao ar livre que miúdos e graúdos vão adorar, bem no meio do Alentejo.

 

ONDE FICAR

 

O Troia Design Hotel é um resort contemporâneo de cinco estrelas com vistas magníficas para o mar, praias infinitas, rio e para a enigmática Serra da Arrábida. Uma Reserva Natural única e inesquecível.

Experiencie um ambiente sofisticado e aconchegante, onde o design está presente em cada detalhe.

O Troia Design Hotel é o local ideal para uma estadia sofisticada e inclui um Casino e um Centro de Espetáculos, além de uma peça de arte concebida pela artista plástica portuguesa Joana Vasconcelos, exibida perto da receção da unidade hoteleira.

 

 

Além disso, ceda-se ao luxo de ficar num dos apartamentos (Premium ou Master) para passar um fim de semana em grande e pedir, mediante pagamento, que encham o seu jacuzzi privado do terraço para uma noite romântica a dois, sem incómodos ou distrações.

 

ONDE COMER

 

No complexo hoteleiro, existem o b&g restaurant, o Salinas Brasserie, o Paprika pool bar (sazonal) e ainda o B.A.R. (bebidas e café).

Para um jantar mais requintado, optem pelo primeiro, onde contemplarão uma vista magnífica sobre marina e um design contemporâneo, estando disponível um menu baseado na cozinha portuguesa e inspirado nos sabores da região.

O menu tem grande influência das memórias da cozinha portuguesa, assim como das tradições gastronómicas do Algarve.

Apresenta os melhores sabores regionais através de uma conceptualização contemporânea e original, que se baseia na frescura e qualidade dos produtos locais.

Também a decoração do restaurante foi renovada, inspirada pela multiplicidade de tons de azul e verde do mar que se estende a perder de vista do restaurante e do seu fantástico terraço.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.