Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Volto JÁ

para quem pertence a vários lugares

Volto JÁ

para quem pertence a vários lugares

Fraldas, biberões e bonecas: a outra vida de Ibiza

29.08.18 | Volto Já

estela.jpg

Ibiza não é só álcool e animação noturna, é até um destino altamente recomendável para quem tem filhos pequenos.

 

Há seis anos, a nossa mala para Ibiza levava chinelos, calções e camisolas, apenas isso. O protetor solar tinha ficado nas prateleiras dos supermercados (20 euros por um creme? Nem pensar) e os comprimidos nem chegaram a sair dos armários de casa. Na viagem de regresso, trouxemos muitas histórias divertidas, mas também ressacas e muito dinheiro gasto em discotecas.

 

Agora, com uma filha ao nosso lado no avião, voltamos a Ibiza e de lá trouxemos muitos dias bem aproveitados nas belas praias desta ilha e histórias menos impactantes quando contadas aos nossos amigos, mas muito importantes quando partilhadas entre família.

 

Na nossa segunda viagem fora de Portugal com a nossa filha, optamos por um destino mais próximo, com uma viagem de avião curta e onde ela pudesse desfrutar das praias, mais propriamente do mar, com águas tranquilas e temperaturas amenas. Ibiza encaixava-se nas medidas do que procurávamos e o resultado acabou por superar as expetativas.

 

Claro que o conteúdo da mala foi bem distinta àquela que foi em 2012. Muitas fraldas (as de uso diário e as resistentes à água), biberões, protetores solares, carrinho e todo o tipo de medicamentos para tranquilizar os corações dos pais. Curiosamente, acabamos por ficar no mesmo apartamento onde estivemos, o Ebusus, em Santa Eulália del Río, e se já tínhamos gostados de lá pernoitar, agora ficamos rendidos à hospitalidade e cortesia da sua gerência.

 

Para melhor conhecer a ilha de Ibiza, nada melhor do que alugar um carro e garantir a autonomia necessária para o fazer. Só desta forma é que conseguimos chegar a grande parte das praias e restaurantes, de outra forma teria sido muito mais difícil, pelo que aconselhamos vivamente que o façam, ainda mais se tiverem bebés a vosso cargo.

 

Mesmo tratando-se de umas férias de uma semana, quisemos percorrer o maior número possível de praias. De manhã escolhíamos uma, almoçávamos, voltávamos para o apartamento para que a mais nova fizesse a sesta, e depois partíamos para uma nova praia. Em sete dias, conhecemos mais de dez praias.

 

Claro que uma visita a Ibiza não fica completa sem uma viagem de barco até uma ilha, pequena mas mágica, chamada Formentera, um paraíso do Mediterrâneo, porém manchada pelos magotes atolados de gente, algo tão comum neste dias, mas que não vamos estar aqui a lamuriar sobre a massificação do turismo, algo que até vai contra aquilo que somos e fazemos: conhecer as coisas boas do nosso mundo sem nos preocupar com a exclusividade dessa mesma visão.

 

Ao contrário do que se possa pensar, Ibiza não é só festa e animação noturna - temos de realçar que o tipo de animação nesta ilha é do mais alto nível, sendo um paraíso para os amantes de música eletrónica - conseguindo-se encontrar um lado mais familiar e tranquilo, sendo altamente recomendável para quem tem filhos pequenos.

 

Se continuam à procura de um destino de praia para a vossa família neste verão, ou já a pensar no próximo ano, fiquem atentos que brevemente iremos publicar o nosso habitual roteiro, onde partilharemos os lugares que visitamos e as melhores dicas para umas férias memoráveis.

2 comentários

Comentar post