Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Volto JÁ

para quem pertence a vários lugares

Volto JÁ

para quem pertence a vários lugares

Yakuza by Olivier: no Algarve fomos do Japão ao México em segundos

02.03.18 | Volto Já

Olivier alugou “uma casa de férias” no Sheraton Pine Cliffs em Albufeira e levou o Japão ao Algarve.

 

yakuza.jpg

 

Este restaurante pop-up, aberto entre junho e setembro num dos espaços do Resort Pine Cliffs Sheraton, tem sido uma constante em Albufeira desde 2012. A cada verão, o aclamado chef Olivier “faz as malas” e leva até ao sul do país o que de melhor faz no seu conceituado Yakuza First Floor em Lisboa. E ainda bem que assim é.

 

CHEGAMOS AO RESTAURANTE EXPECTANTES, SAÍMOS EXULTANTES.

O espaço é simples e minimalista, o ambiente elegante e sofisticado. Os pinheiros que dão nome ao resort, fazem-nos lembrar que são reis neste espaço, envolvendo o espaço e crescendo exuberantemente no interior do próprio restaurante.

 

Mas passemos ao que verdadeiramente nos entusiasmou, a comida. Criativa, deliciosa e irrepreensível, preparada com peixe fresquíssimo e de elevada qualidade. Um pequeno prato de ceviche chegou à nossa mesa sem aviso, uma oferta do chef, e esta intromissão foi muito bem-vinda, confirmando aquilo que já estávamos à espera, um produto fresco e bem temperado. Seguiram-se as entradas, e que excelente maneira de começar a nossa noite: tacos de tártaro de peixe (7€) e as lulinhas crocantes (10€). A cada dentada daquele taco viajávamos entre o México e o Japão, nós que pensávamos ser impossível tal coisa acontecer numa mesa.

 

yakuza2.jpg

 

Como prato principal optámos pelo combinado Yakuza Premium, que são 16 unidades sushi e 16 unidades sashimi a 55€. Um sushi muito simples em que o peixe é o protagonista. Hoje em dia fica difícil encontrar restaurantes desta especialidade que se foquem apenas no produto-estrela, mas Olivier fá-lo com distinção e sem medo.

  

O Kit Kat “sucesso garantido” (7€) e o Creme queimado de jasmim, manga e sansho (6€) foram os convidados para finalizar a nossa refeição. Uma salva de palmas para o primeiro e uma vénia com um revirar de olhos para o segundo.

Uma viagem como esta merecia um final em grande, então, encantados pelos sabores deixados no nosso paladar, decidimos mimar-nos com um gin tónico, preparado no bar de cocktails que nos fez companhia a noite toda.

Ainda não experimentamos o Yazuka Firs Floor, em Lisboa, mas depois deste espetáculo gastronómico o chef Olivier da Costa bem pode esperar uma visita do Volto JÁ brevemente.